Política

Barcas retomam horários pré-pandemia após pedidos do deputado Jair Bittencourt BNRJ

Atendendo a ofícios encaminhados pelo vice-presidente da Alerj, deputado Jair Bittencourt (PP), por determinação da Setrans, a CCR Barcas voltará a operar, a partir desta quinta (18/11), com a grade de horários anterior à pandemia do coronavírus na Linha Arariboia. A partir de agora, nos períodos de rush (das 6h30 às 10h, no sentido Niterói-Rio, e das 16h30 às 20h30, no sentido Rio-Niterói), as viagens acontecerão conforme o sistema de intervalos de 15 minutos entre as partidas.

Em fevereiro deste ano, diante da retomada das atividades de trabalho presenciais, e a redução do número de viagens na Linha Praça XV-Arariboia, o deputado enviou pedido ao então governador em exercício Claudio Castro (PL) para que as barcas voltassem a circular nos horários anteriores ao período de isolamento social, denunciando a superlotação das embarcações.

¨O retorno dos horários normais na Linha Arariboia é um alento para quem depende das barcas diariamente para se locomover e é obrigado a enfrentar a superlotação nos horários de pico. Mesmo com o avanço da vacinação, ainda precisamos manter todos os cuidados e garantir um serviço de qualidade para a população¨, ressaltou o deputado.

Em setembro de 2000, quando a situação da pandemia ainda estava longe de ser controlada, Jair Bittencourt já havia enviado um ofício alertando o governo estadual sobre a necessidade de mudança nos horários por causa dos riscos sanitários provocados pelas aglomerações nas estações e embarcações.

Em suas justificativas ao governador, o deputado solicitou ainda que a Agetransp realizasse fiscalizações nos horários de maior movimento para constatar o número excessivo de passageiros que estão sendo transportados em cada embarcação.

Gisele Macedo

Assessora de Comunicação

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo