Internacional

Brasileira ferida em bombardeio no Líbano ficou com rosto desfigurado

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) do Brasil condenou o bombardeio realizado por Israel. Em nota, o Itamaraty tornou pública a “indignação” com o episódio.

A brasileira Fatima Boustani, de 30 anos, segue internada em estado grave após ela e os dois filhos, de 9 e 10 anos, terem sido feridos em um ataque aéreo do Exército de Israel na cidade de Saddikine, no sul do Líbano, no último sábado (1°/6). A mulher teve o rosto desfigurado e vai precisar passar por cirurgias de reconstrução da face.

As informações foram passadas por familiares ao Portal G1. Hussein Ezzddein, primo do marido dela, que está no Brasil, também informou que as duas crianças ainda seguem internados e estão recebendo atendimento médico. “Estamos na torcida para ela melhorar o mais rápido possível para trazer ela pra cá (para o Brasil). Graças a Deus está passando, aos poucos, muito pouco, o risco de morte dela”, informou o primo.

“Mas a Fátima vai precisar de muito trabalho, na verdade, para construir o rosto dela, porque ele está destruído, não tem nada no rosto mais. Ela precisa de muitas cirurgias e de muitos especialistas que sabem mexer nessa área para construir um rosto de mulher de novo”, lamentou o parente.

O marido de Fatima se chama Ahmad Aidibi e vive no Brasil, em Itapevi, na Grande São Paulo, morando com o primo há cerca de cinco anos. Ele retornou ao país há três semanas, depois de visitar a família no Líbano. A esposa conseguiu a cidadania brasileira e os planos eram aguardar o fim do período escolar das crianças para se mudar para o Brasil ainda este ano. Nascida no Líbano, Fatima morou alguns anos no Brasil e também tem parentes no país.

A família pede ajuda do governo brasileiro para realizar o resgate deles para uma área segura.

Posição do Brasil

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) do Brasil condenou o bombardeio realizado por Israel. Em nota, o Itamaraty tornou pública a “indignação” com o episódio.

“O governo brasileiro manifesta sua indignação e condena o bombardeio de ontem, dia 1°, em Saddikine, no sul do Líbano, que resultou em ferimentos em três cidadãos brasileiros. Todos estão recebendo tratamento no Hospital Libanês Italiano, em Tiro, no Líbano. O episódio ocorreu no contexto de ataques das forças armadas israelenses no sul do Líbano e do Hezbollah no norte de Israel. A Embaixada do Brasil em Beirute está em contato com os familiares e com a equipe médica e presta o apoio consular”, informou o MRE.

 

 

Correio Braziliense: notícias,

 

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo