Internacional

Brasileiro morre dias depois de ser preso ao entrar ilegalmente nos EUA [Mundo] BNRJ

Em 22 de abril, agentes da Patrulha de Fronteira dos EUA encontraram Vial após ele entrar ilegalmente nos EUA.

Kesley Vial, de 23 anos, um brasileiro que estava sob custódia do Departamento de Imigração e Alfândega dos Estados Unidos (ICE, na sigla em inglês), morreu na quarta-feira, dia 24, no Hospital da Universidade do Novo México (UNMH) em Albuquerque, nos EUA, informou o serviço de imigração dos Estados Unidos, na sexta-feira, 27. Uma autópsia vai determinar a causa oficial da morte, disse o ICE.

Conforme o órgão, em 22 de abril, agentes da Patrulha de Fronteira dos EUA encontraram Vial após ele entrar ilegalmente nos EUA por El Paso, no Estado do Texas. Vial foi transferido para a custódia do ICE em El Paso em 29 de abril, para aguardar a conclusão de seu processo de remoção. Aguardando a decisão final de seus procedimentos de imigração, ele foi transferido para o Centro de Detenção do Condado de Torrance (TCDF).

Ainda de acordo com o ICE, em 17 de agosto, quando estava detido no TCDF, Vial foi encontrado inconsciente por funcionários da detenção. A equipe médica do TCDF iniciou trabalhos de reanimação. Depois paramédicos assumiram o atendimento e levaram o Vial para o UNMH, onde ele morreu na quarta-feira passada.

O ICE afirmou que notificou a morte ao Escritório do Inspetor-Geral (OIG, na sigla em inglês) do Departamento de Segurança Interna (DHS, na sigla em inglês) e ao Escritório de Responsabilidade Profissional do ICE (OPR, na sigla em inglês). Além disso, o ICE notificou o consulado brasileiro em Houston sobre a morte de Vial. A equipe da UNMH notificou os parentes mais próximos.

“O ICE está firmemente comprometido com a saúde e o bem-estar de todos aqueles sob sua custódia e realizando uma revisão abrangente em toda a agência deste incidente, como faz em todos esses casos. As fatalidades sob custódia do ICE, estatisticamente, são extremamente raras e ocorrem em uma fração da média nacional para a população detida nos EUA”, informou o órgão em nota à imprensa.

A família criou uma vaquinha virtual no site gofundme para trazer o corpo de Vial para o Brasil. “Venho nesse momento difícil, compartilhar com vocês a dor da perda de Kesley Vial, um jovem foi em busca de uma vida de sonhos e, no meio do caminho, perdeu seus sonhos e sua vida!”, diz a mensagem no site.    Fonte Correio Braziliense  Foto (crédito: Rosana Hessel/CB)

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo