Destaque

Campanha nacional da TETO mobiliza jovens no Rio de Janeiro para denunciar os efeitos da crise climática nas favelas e arrecadar fundos para apoiar o RS

Campanha de mobilização acontecerá em 25 e 26 de maio, nos sete estados em que a ONG atua.

Campanha de mobilização acontecerá em 25 e 26 de maio, nos sete estados em que a ONG atua.

As inscrições para voluntários estão abertas até 24 de maio.

16 de maio de 2024 – A TETO Brasil, organização que atua desde 2006 pela superação da pobreza por meio da construção de moradias e projetos de infraestrutura nas favelas mais precárias do país, está com inscrições abertas para voluntários na 15a edição da campanha da COLETA. A organização pretende mobilizar, ao todo, mais de 3.000 jovens para denunciar a emergência climática e habitacional nas favelas precárias do país e arrecadar fundos para apoiar diretamente as favelas

Flash Mob

Atividade de dança e performance social com cartazes, com foco em denunciar a falta de políticas públicas e transformações sociais no tema da invisibilidade das comunidades precárias frente à crise climática.

26
(domingo)

13h às 15h

Posto 2. Copacabana
Rio de Janeiro – RJ

 

 

Sobre a TETO

A TETO atua desde 2006 no Brasil mobilizando jovens voluntárias e voluntários a trabalharem junto com famílias que vivem em favelas precárias para construir soluções emergenciais de moradia e habitat capazes de sustentar e potencializar o acesso a uma vida mais digna, justa e sem pobreza. Em sua história, a organização já mobilizou mais de 90 mil pessoas voluntárias, impactou mais de 4.909 famílias com moradias de emergência e construiu mais de 327 projetos de impacto comunitário.

 

Para mais informações

Igor Piotto – igor.piotto@atomicalab.com.br | +55 11 97134-4455

Ciro Bonilha – ciro.bonilha@atomicalab.com.br | +55 11 97522-9920

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo