Home Destaque Covid: oito capitais já definiram data para começar a vacinar crianças BNRJ

Covid: oito capitais já definiram data para começar a vacinar crianças BNRJ

6 Primeira leitura
0
0
3

A vacinação infantil contra a Covid-19 começará no país nesta semana. Oito capitais já anunciaram em qual dia pretendem iniciar a aplicação das doses para crianças de 5 a 11 anos, segundo levantamento do Metrópoles. As datas variam entre 14 e 17 de janeiro.

As prefeituras de Campo Grande, Goiânia, Salvador, João Pessoa, Porto Alegre, Teresina e Rio de Janeiro, além do governo do Distrito Federal, já definiram quando terá início a nova fase da campanha.

A Prefeitura de Campo Grande, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, deve começar a imunização das crianças na sexta-feira (14/1).

A Fundação Municipal de Saúde de Teresina está capacitando os profissionais de saúde que farão a vacinação na capital piauiense. Lá, a aplicação das vacinas nesse grupo também começa em dia 14 de janeiro.

Em Salvador, a imunização tem início em 15 de janeiro, com salas de imunização exclusivas.

O governador em exercício do Distrito Federal, Paco Britto (Avante), informou que o início da campanha na capital federal começa no domingo (16/11) por crianças de 11 anos e menores com comorbidades e Síndrome de Down, conforme revelou a coluna Janela Indiscreta.

A Secretaria de Saúde de João Pessoa também confirmou para o próximo domingo o início da vacinação das crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19.

 

Clique aqui e saiba tudo sobre a vacinação infantil.

Em Goiânia, a aplicação começará em 17 de janeiro. Levantamento feito pela Superintendência de Vigilância em Saúde aponta que 120 mil crianças moradoras da capital goiana fazem parte do público apto a receber a primeira dose da vacina.

A Prefeitura do Rio de Janeiro foi a primeira a definir calendário. A imunização das crianças cariocas começa em 17 de janeiro, para meninas de 11 anos. Na terça-feira (18/1), será a vez dos meninos com a mesma idade.

Porto Alegre anunciou que iniciará a imunização em 19 de janeiro. A vacina pediátrica da Pfizer será aplicada inicialmente no público de 5 a 11 anos com comorbidades (como diabetes, hipertensão, asma ou meninos e meninas imunossuprimidos) ou com deficiência permanente.

Outras capitais aguardam o recebimento dos lotes com as vacinas para definirem as datas. Grande parte delas, no entanto, garante que já possui esquema organizado para a imunização.

Autorização

Ministério da Saúde permitiu a vacinação de crianças de 5 a 11 anos em 6 de janeiro.

O imunizante que será aplicado é o da Pfizer, único autorizado até o momento pela a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para esse público.

Segundo previsão do Ministério da Saúde, em janeiro, o país receberá 4,3 milhões de doses; em fevereiro, outras 7,2 milhões. Por fim, em março, será entregue o maior volume: 8,4 milhões.

Para o primeiro trimestre de 2022, a previsão é de que o ministério receba 20 milhões de doses para crianças. A estimativa da pasta é de que a primeira remessa desembarque no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), em 13 de janeiro.

A tampa do frasco da vacina virá na cor laranja, para facilitar a identificação pelas equipes de imunização e também por pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para receberem a aplicação do fármaco. Para os maiores de 12 anos, o imunizante, que será administrado em doses de 0,3 ml, terá tampa de cor roxa.   Informações Metrópoles DF

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por MARCOS Vieira
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Armados com fuzis, traficantes festejam invasão em favela do Rio BNRJ

 Uma divergência interna no Comando Vermelho, uma das principais facções do Rio de Janeiro…