Home Destaque Em Campos enfermeira troca Dipirona por Rivotril e menina de 3 anos passa mal BNRJ

Em Campos enfermeira troca Dipirona por Rivotril e menina de 3 anos passa mal BNRJ

4 Primeira leitura
0
0
13

Uma técnica de enfermagem aplicou um medicamento errado em uma menina de 3 anos, no último fim de semana, em um posto médico em São João da Barra. Segundo o pai da menina, após ter tomado Rivotril, um ansiolítico que tem efeito sedativo, a criança perdeu os sentidos e teve que ser levada as pressas para um hospital da cidade. O pai, que é morador de Campos, falou ao Campos 24 Horas sobre o porquê de ter procurado o posto médico e como tudo aconteceu. Ele denunciou o caso na 145ª DP da cidade. 

COMO ACONTECEU – O autônomo Leonardo Vaz, de 45 anos, residente no Parque Imperial, foi passar o Natal com familiares de sua esposa, na localidade de Mato Escuro, no quinto distrito de São João da Barra, quando sua filha Vitória, de três anos, queixou-se de dores na garganta e com sintomas de febre. 

 

De acordo com relato do pai, ao chegar na unidade de saúde, o médico de plantão diagnosticou um quadro de amigdalite e prescreveu Dipirona para baixar a febre da criança, mas uma auxiliar de enfermagem aplicou equivocadamente o medicamento Clonazepan (Rivotril), o que levou Vitória a sentir-se mal e sofrer desmaios. 

A pequena foi encaminhada numa ambulância para a Santa Casa de Misericórdia de São João da Barra, onde o médico que atendeu sua filha chamou Leonardo para lhe contar o que ocorreu no posto de saúde. (leia mais abaixo)

 

“Ele me disse que estava a dois anos para se aposentar e que não ia segurar aquele pepino. Disse ainda que minha filha tomou uma medicação para levar o paciente a um estado de coma induzido, e que poderia sofrer até uma parada cardíaca”, contou Leonardo. (leia mais abaixo)

 

Vitoria ficou internada em estado de observação na Santa Casa, onde já teve alta. O pai disse que, mesmo após a alta, a menina ainda está muito sonolenta e com a visão turva. O caso foi registrado na 145ª DP da cidade para apuração. O Campos 24 Horas fez contato com a Prefeitura de São João da Barra, através da Assessoria de Comunicação, e aguarda uma resposta.  Fonte   Campos 24 Horas 

 

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por MARCOS Vieira
Carregar mais por Destaque

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Armados com fuzis, traficantes festejam invasão em favela do Rio BNRJ

 Uma divergência interna no Comando Vermelho, uma das principais facções do Rio de Janeiro…