DestaquePolícia

Governo troca superintendentes da Polícia Rodoviária Federal em todo o país l Banca de Noticias RJ

As nomeações foram publicadas nesta segunda (13/3) no Diário Oficial da União (DOU).confira as trocas no comando da PRF nos estados:

O governo federal nomeou, nesta segunda-feira (13/3), os superintendentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas 27 unidades da Federação, após mais de 50 dias com interinos nos cargos. As mudanças foram publicadas em uma série de portarias no Diário Oficial da União (DOU) de hoje. Outros cargos de coordenação também sofreram mudanças. As portarias são assinadas pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Capelli.

A corporação estava desde janeiro sem superintendentes estaduais nomeados, após a exoneração de 26 deles em 18 de janeiro e um último no dia 20 daquele mês. A troca nos cargos ocorreu após conflito continuado entre o novo governo e a PRF desde as eleições. No DF, o novo superintendente é Igor de Carvalho Ramos.

O ex-diretor-geral da corporação Silvinei Vasques é investigado por ter usado a PRF para influenciar os resultados das eleições de 2022. No segundo turno, uma série de operações da polícia nas estradas levou a vários relatos de eleitores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de tentativa de dificultar o acesso a locais de votações, mesmo com a proibição de ações da PRF no dia das eleições. Silvinei era apoiador declarado do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

A PRF, sob a direção de Silvinei, também é acusada de não ter atuado devidamente contra os bloqueios de estradas promovidos por bolsonaristas após o pleito. Assim que assumiu, o governo Lula promoveu uma grande mudança de nomeações e na estrutura da corporação. A avaliação de membros do governo é que muitos bolsonaristas ocupavam cargos importantes na polícia. A PRF foi a maior fonte de conflito entre a gestão de Lula e as polícias.

Confira as trocas no comando da PRF nos estados:

  • Mato Grosso: Kellen Arthur Preza Nogueira
  • Espírito Santo: Wermeson Mario Pestana
  • Amazonas: Benjamin Affonso Neto
  • Rio Grande do Sul: Anderson Nunes dos Santos
  • Mato Grosso do Sul: João Paulo Pinheiro Bueno
  • Rio de Janeiro: Vitor Almada da Costa
  • Paraná: Fernando Cesar Borba de Oliveira
  • Goiás: Tiago de Almeida Queiroz
  • Minas Gerais: Fabio Henrique Silva Jardim
  • Tocantins: Alonso Mata Trindade
  • Maranhão: Francinacio Morais Medeiros
  • Paraíba: Pedro Ivo Nogueira Loureiro
  • Pernambuco: Alexandre Rodrigues da Silva
  • São Paulo: Edson José Almeida Júnior
  • Sergipe: Vladimir Cardoso Hilário
  • Santa Catarina: Manoel  Fernandes Bitencourt
  • Pará: Cassiano Hilário Ribeiro Filho
  • Ceará: Flávio Antônio Holanda e Silva Martins
  • Amapá: Klebson Sampaio do Nascimento
  • Alagoas: Juliano Quintella Malta Lessa
  • Bahia: Vagner Gomes da Silva
  • Rio Grande do Norte: Péricles Venâncio dos Santos
  • Roraima:  Marcelo Aguiar da Silva
  • Rondônia: Luciana da Silva Alves
  • Piauí: Bruno Ribeiro Dias
  • Distrito Federal: Igor de Carvalho Ramos
  • Acre: Liege Lorenzett Vieira        Fonte
    •  

Fonte  Correio Braziliense.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo