DestaqueGeral

Guardas municipais de São Gonçalo participam de curso de capacitação BNRJ

Cerca de 30 guardas municipais de São Gonçalo concluem, nesta quarta-feira, o curso de pré-atendimento hospitalar na Secretaria Municipal de Ordem Pública, iniciado terça-feira (26). O objetivo da qualificação é preparar os agentes para atuarem em situações do dia a dia, dando todo o suporte necessário à população gonçalense.

O curso está sendo ministrado das 9h às 17h, sendo oferecidas aulas teóricas e práticas ministradas pelo professor Adeilson Viana, do Comitê Brasileiro de APH em Combate. Durante o curso, os agentes são orientados sobre a preparação ocular, tipos de escudos e orientações gerais.

Além dos agentes do município, a capacitação também recebe a presença policial e guardas de outras cidades, como Volta Redonda, Búzios, Maricá e Rio de Janeiro.

O Centro de Formação e Instrução da Guarda Municipal tem trabalhando na preparação contínua durante todo ano, através de palestras e cursos de capacitação para que estejam prontos e qualificados durante as atuações pelo município.

A assistente social e coordenadora do Centro de Formação e Instrução da Guarda Municipal, Mônica Veiga, disse que essa é uma ação para capacitar os guardas municipais para atuarem de forma cidadã nas vias da cidade.

“A municipalização da segurança pública trouxe muitos desafios e a gente precisa estar cada vez mais se capacitando para trabalhar nesse novo contexto, entendendo qual é o nosso papel dentro dessa engrenagem, juntos com os outros órgãos da segurança pública. Diante desses novos desafios da segurança pública, a Guarda já vem conversando e se capacitando em direitos humanos, saúde mental, violência contra a mulher, para estar atendendo melhor a população” falou Mônica.

Lourenço, guarda municipal há 23 anos na cidade, falou sobre esse momento de qualificação.

“Agradecemos ao governo e às equipes de formação, assim como o comandante, por disponibilizar essa qualificação para a Guarda Municipal, principalmente com a Ronda Ostensiva (Romu), que é um grupamento preventivo ostensivo, para que os agentes possam operar com qualidade para prestar melhor serviços ao município”, afirmou.

 

Foto: Luiz Carvalho
Fonte: Ascom

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo