DestaqueGeral

Identificadas vítimas de naufrágio de embarcação em Rio das Ostras, BNRJ

Foram identificadas no Instituto Médico Legal (IML) de Macaé (RJ) as três vítimas do naufrágio de uma embarcação, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (1º) em Rio das Ostras, no interior do Rio.

De acordo com o IML, as vítimas foram identificadas como Fabiano Maurillo Medeiros, de 40 anos, natural de São João de Meriti (RJ); Emerson João Cousillas Prestes, de 42 anos, natural de Jaguarão, no Rio Grande do Sul; e Roberto Conceição, de 67 anos, natural de Paraty (RJ), mas morador de São Paulo.

Veja também: Três pescadores morrem em naufrágio de traineira em Rio das Ostras; 17 pessoas são levadas para o hospital

Ao todo, a embarcação tinha 13 tripulantes, dez foram resgatados com vida e encaminhados para a UPA da cidade.

O acidente aconteceu próximo à Praia de Itapebussus, depois que a embarcação atingiu pedras.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, das dez resgatadas, oito pessoas já receberam alta e estão em uma pousada. Duas permanecem internadas e apresentam estado de saúde estável.

Veja também: Embarcação naufraga na Praia de Rio das Ostras, há pelo menos 3 mortes e 10 pessoas resgatadas com vida

As buscas foram encerradas às 13h50. Participaram do trabalho equipes de mergulho de Campos dos Goytacazes e do quartel de bombeiros de Macaé. O mar agitado e o tempo chuvoso dificultaram o trabalho.

Os mergulhadores fizeram buscas no local com cerca de 14 metros de profundidade, mas ninguém ficou preso na embarcação.

Veja também: Marinha abre inquérito para apurar causas do naufrágio em Rio das Ostras

Quando foram acionados para o resgate, por volta das 7h da manhã, os bombeiros acreditavam se tratar de uma lancha, mas foi confirmado que a embarcação era um barco pesqueiro de Niterói que estava há uma semana pescando em alto-mar.

Itapebussus fica em uma área de preservação ambiental em Rio das Ostras, para chegar ao local é preciso realizar uma trilha de 30 minutos andando.

Bombeiros fazem buscas por mais pessoas que estariam em embarcação que naufragou em Rio das Ostras — Foto: Bruna Bouckhorny/g1
Bombeiros fazem buscas por mais pessoas que estariam em embarcação que naufragou em Rio das Ostras — Foto: Bruna Bouckhorny

Em nota, a Marinha do Brasil lamentou o acidente e afirmou estar à disposição dos familiares das vítimas para apoios necessários.

“A Marinha informa, ainda, que um inquérito administrativo foi instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente. Concluído o inquérito e cumpridas as formalidades legais, o mesmo será encaminhado ao Tribunal Marítimo, que fará a devida distribuição e autuação e dará vista à Procuradoria Especial da Marinha, para que adote as medidas previstas no Art. 42 da Lei nº 2.180/54”, finalizou em nota.

Policia abre inquérito para apurações

A Marinha do Brasil informou que abriu um inquérito administrativo para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do naufrágio de uma traineira na madrugada desta segunda-feira (1º) próximo à costa de Itapebussus, em Rio das Ostras, com 13 pescadores. Na ocasião, três pessoas morreram e outras dez foram resgatadas com vida.

Equipes do Corpo de Bombeiros de Macaé e Rio das Ostras encerraram as buscas pelas vítimas no início da tarde. Dez pessoas foram resgatadas com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município. De acordo com informações da Guarda Civil Municipal de Rio das Ostras, os mortos foram identificados preliminarmente como Fabiano, Emerson e Roberto.  Fonte RLagos

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo