Home Política Lei no RJ garante maior acessibilidade nas autoescolas para PCDs BNRJ

Lei no RJ garante maior acessibilidade nas autoescolas para PCDs BNRJ

3 Primeira leitura
0
0
8
Pessoas com Deficiência (PCDs) passarão a ter um atendimento mais acessível nos Centros de Formação de Condutores do Estado do Rio de Janeiro. É o que determina a Lei 9675/2022, de autoria da deputada Célia Jordão (PL), sancionada pelo governador Cláudio Castro (PL).
 
A nova legislação estabelece que o Detran-RJ deve regulamentar normas de acessibilidade para as autoescolas cadastradas no órgão, garantindo pleno atendimento das pessoas com deficiência aos seus serviços. 
 
A deputada estadual Célia Jordão considera que a Lei 9675/2022 é um avanço para assegurar os direitos das Pessoas com Deficiência, principalmente em cidades do interior. 
 
“A maioria dos municípios não dispõe de estrutura direcionada ao treinamento de PCDs. Agradecemos ao governador Cláudio Castro pela sanção da lei, mas continuaremos cobrando para que o Detran regulamente o mais breve possível e os Centros de Formação de Condutores passem a disponibilizar veículo adaptado em seus cursos de formação. Isso representa a garantia de mais autonomia às pessoas com deficiência”, afirma a deputada Célia Jordão. 
 
Desde que entrou em vigor, em 2015, a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) tem por objetivo promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e liberdades fundamentais pela pessoa com deficiência, por meio, principalmente, da inclusão social. Apesar disso, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), divulgada pelo Ministério da Economia, dos 46 milhões de vínculos de emprego formal no Brasil, somente 486 mil estavam direcionados às pessoas com deficiência, ou seja, menos de 1%.
 
 
Divulgação: Rafael Wallace 
image.jpg
Deputada Célia Jordão defende a inclusão de veículo adaptado para PCDs nas autoescolas 
 
image.jpg

 

 

Juliana Oliveira 

Assessoria de imprensa 
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Marcos Vieira
Carregar mais por Política

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

STF e TSE decidem formar aliança para defender a democracia e as eleições BNRJ

Na próxima quarta, 11h30, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, e o presidente do TSE, E…