Política

Mobilização na Alerj para retomada das obras do Comperj l BNRJ

Deputado Guilherme Delaroli preside Frente Parlamentar; objetivo é levar mais emprego e renda aos 15 municípios do Conleste.

Novato na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o deputado estadual Guilherme Delaroli (PL) já definiu a sua primeira bandeira de atuação: trabalhar pela retomada das obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e operacionalização do Gaslub, ambos em Itaboraí. Uma Frente Parlamentar foi protocolada com esse objetivo. 

Guilherme Delaroli e outros parlamentares estarão mobilizados junto ao governador Cláudio Castro para sensibilizarem o governo federal sobre a relevância da conclusão dos projetos. A intenção é atrair recursos para os municípios do Conleste – Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense, gerando emprego e renda para as famílias que vivem na região.

“Sabemos como é importante a efetivação do Comperj e Gaslub. Não somente para Itaboraí, vai gerar emprego e renda em vários municípios, especialmente do Conleste”, afirma Guilherme Delaroli, presidente da Frente Parlamentar e irmão do prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli.

A interrupção das obras do Comperj, em 2015, levou a cidade de Itaboraí a uma situação de decadência econômica e de aumento da violência. A atividade comercial despencou quase pela metade, e mais de 700 lojas fecharam. O mercado imobiliário esfriou, e os preços dos imóveis caíram quase 45% nos últimos anos.

Além de Itaboraí, integram o Conleste: Araruama; Cachoeiras de Macacu; Casimiro de Abreu; Guapimirim; Magé; Maricá; Niterói; Nova Friburgo; Rio Bonito; São Gonçalo; Saquarema; Silva Jardim; Tanguá e Teresópolis.

Divulgação 

IMG_2534.jpeg

Deputado Delaroli luta para ampliar a oferta de empregos e renda nos 15 municípios do Conleste

 

Juliana Oliveira 

Assessoria de imprensa 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo