Polícia

Mulher é presa após mandar matar o namorado ao saber que ele tinha relações com a filha e o genro Bnrj

Uma mulher foi presa em Canindé, no interior do Ceará, acusada de ordenar o assassinato do namorado, após descobrir que ele mantinha relações sexuais com a própria filha e o genro dele. De acordo com informações do portal de notícias G1, Maria Aparecida Barroso, de 36 anos, pagou R$ 3 mil a duas pessoas para que o companheiro e a garota fossem mortos. Eles foram baleados na entrada de casa, mas foram socorridos e estão internados em uma unidade de saúde da região.

A prisão de Maria Aparecida aconteceu na última segunda-feira (27). Segundo o delegado responsável pelo caso, Daniel Aragão, a mulher namorava Jaelson Oliveira, de 39 anos, sem saber que ele tinha um segundo relacionamento, com a filha e o genro, ambos menores de idade.

O primeiro a descobrir a existência de um relacionamento paralelo de Jaelson foi o namorado da jovem, que não se importou ao saber do envolvimento do sogro com a própria filha. Algum tempo depois, o garoto contou sobre o trisal entre ele, a namorada e o pai dela para Maria Aparecida, a então companheira oficial.

Em depoimento para a polícia, Maria Aparecida declarou que tentou se separar de Jaelson, porém ele passou a ameaçá-la. Se vendo sem saída, ela decidiu então contratar dois executores para assassinar o companheiro e a filha dele. Para isso, Maria pediu ajuda ao namorado da jovem, que  lhe contou sobre o trisal, e o menor intermediou o contato dela com os matadores, em junho deste ano.

Segundo a Polícia Civil, poucas horas depois dos dois serem baleados, policiais militares apreenderam um homem e um adolescente de 17 anos, suspeitos de participação nas duas tentativas de homicídio. Um revólver, que teria sido utilizado no crime, também foi apreendido.

Agora, após a prisão de Maria Aparecida, o próximo passo da polícia no caso será colher o depoimento de Jaelson, o que só deve ocorrer após a alta hospitalar. Caso fique comprovado que ele mantinha relacionamento com a própria filha, terá de responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Fonte Tupi

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo