Polícia

Operação da Polícia civil contra empresário e haccker, no estelionato BNRJ

Policiais civis da 126ª DP (Cabo Frio) fizeram nesta quinta-feira uma operação para cumprimento de mandados de busca e apreensão contra o empresário Guilherme Cunha Veiga da Silva.

De acordo com a polícia, ele é um operação investigado por furto mediante fraude de valores de contas bancárias, invasão de dispositivo eletrônico, estelionato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. O acusado teria movimentado mais de R$ 300 mil, segundo a polícia.

As investigações começaram após uma denúncia anônima. Segundo os agentes, por meio de seu amplo conhecimento em informática, o hacker desenvolveu softwares que buscavam dados de clientes de bancos e possibilitavam a subtração de valores de contas bancárias por meio eletrônico. Em seguida, ele utilizava conhecidos e familiares como “laranjas” para lavar a quantia furtada.

Foram apreendidos computadores, telefones celulares, e contratos de investimento em criptomoedas.

RLagos

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo