Home Polícia Policia Civil procura homem que matou o outro a machadada, por causa de uma divida de R$: 100 reais em Petrópolis BNRJ

Policia Civil procura homem que matou o outro a machadada, por causa de uma divida de R$: 100 reais em Petrópolis BNRJ

3 Primeira leitura
0
0
9

A polícia procura o autor de um crime cruel na cidade de Petrópolis, na Região Serrana. Emanoel Sérgio Simões da Silva, de 43 anos, é acusado de ter matado Bruno Moteiro com machadadas na cabeça e uma facada no pescoço. Segundo investigações da 105ª DP (Petrópolis), o motivo foi um desentendimento causado por uma dívida de R$ 100.

O mistério em torno do inicial desaparecimento da vítima começou a ser desvendado com o depoimento da ex-companheira de Emanoel, que, após ter sido agredida, decidiu relatar para a polícia tudo que tinha presenciado. Assim, mesmo dez meses após o crime, peritos conseguiram encontrar provas de que o assassinato tinha ocorrido, de fato, na residência do acusado.

Um dos irmãos de Bruno procurou a polícia em 26 de abril de 2020 para relatar que o desaparecimento desde quatro dias antes. Durante meses, os investigadores tentaram localizar a vítima, até que a ex-companheira de Emanoel procurou a polícia em novembro para denunciá-lo pelas agressões e acabou detalhando o assassinato.

A testemunha contou o que o ex-companheiro lhe descreveu sobre o crime. Emanoel teria convidado Bruno para entrar em sua casa e colocado fermento em cima do mármore de uma janela da casa simulando ser cocaína. Ele teria ofereceu a suposta droga a Bruno, que, ao se abaixar, foi golpeado na cabeça com o machado e, em segunda, levado uma facada no pescoço. Depois, o assassino teria começado a incendiar o corpo da vítima, mas acabou decidido esquartejar a vítima.    Fonte RLagos

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por MARCOS Vieira
Carregar mais por Polícia

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Armados com fuzis, traficantes festejam invasão em favela do Rio BNRJ

 Uma divergência interna no Comando Vermelho, uma das principais facções do Rio de Janeiro…